AGÊNCIA TRANSMÍDIA # 53 – ZUMBIS DE PALMARES, A MINISSÉRIE

Luísa, Joaquim e João Francisco têm a bênção de Iansã, Xangô e Ogum, além de serem guiados pelo espírito sábio de Aqualtune, entidade da realeza africana. Provavelmente você não os conhece – pelo menos, não pelos seus nomes. Mas, talvez, Luísa Mahín, Machado de Assis e Madame Satã sejam denominações que lhe resgatem estas importantes personalidades da história negra no Brasil. Insolitamente unidos na missão de trazer paz ao Quilombo de Palmares, a guerreira eterna, o acadêmico imortal e o demônio da Lapa encararão um desafio que vai defini-los não apenas como arautos do sobrenatural, mas também se revelarem para si mesmos. Os consultores de A CONFRARIA e OS CÃES DE TÍNDALOS lhes convidam a tomar coragem para entrar na cabana que se mexe sozinha. Um oferecimento, Agência TransMídia!

 

Equipe:

Vitor Hugo Mota – Deptº de Criação

Juliano Lopes – Deptº de Produção

Leandro “Alfalfa” Moreira – Deptº de Fontes e Pesquisa

Peça:

ZUMBIS DE PALMARES

Veículo de Mídia:

Minissérie (Live Action)

PÔSTER ALTERNATIVO

SETLIST

  1. Negro Zumbi – Leci Brandão
  2. African Rythms – Kevin McLeod
  3. Ritmo Ilu – Nação Ketu
  4. Ritmo Batá – Nação Ketu
  5. Ritmo Aguere – Nação Ketu
  6. Ritmo Ijexá – Nação Ketu
  7. Ritmo Adarrum – Nação Ketu
  8. Ritmo Alujá – Nação Ketu
  9. Tradicional African Music for Relaxing Studying & Ambience
  10. Ritmo Igbin – Nação Ketu
  11. Ritmo Avamunha – Nação Ketu
  12. Ritmo Runtó – Nação Ketu
  13. Ritmo Sató – Nação Ketu
  14. Ritmo Adabi – Nação Ketu
  15. Ritmo Bravum – Nação Ketu
  16. Ritmo Tonibobé – Nação Ketu
  17. Ritmo Korin-Ewe – Nação Ketu
  18. Ritmo Oguele – Nação Ketu
  19. Zumbi – Jorge Ben Jor
A Agência TransMidia é um exercício criativo. Trata-se de uma simulação de ambiente de trabalho onde nossos participantes são podcasters interpretando suas versões de cliente/consultores de mídia. Não há contato direto com nenhuma das empresas citadas. Todos os direitos reservados à Agência TransMídia. Divirta-se.
  • Vinícius Afonso Oliveira

    Baixado e ouvindo. Excelente início. Descobrir que o Machado de Assis já escreveu sobre ficção científica foi sensacional.

  • Vinícius Afonso Oliveira

    Já vou adiantar uma coisa… Isso merece sair do papel. Que início! Até o exato momento onde você pediu para que o Juliano e o outro rapaz entrassem no assunto, já tem meia temporada de episódios. Fato!